A abertura dos Jogos Olímpicos reuniu grandes nomes da música brasileira, recebendo elogios por sua representatividade. No entanto, inevitavelmente alguns artistas ficaram de fora.

A consultoria Ilumeo criou um método baseado em dados de pesquisa para saber quem seriam os melhores representantes musicais do Brasil, a partir de um algoritmo que leva em conta dois critérios: representatividade internacional e nacional.

De um lado, foram levantados dados sobre turnês internacionais, quantidade de discos vendidos fora do país, singles em listas de hits e quantidade de buscas nas redes sociais. Por outro lado, foi medida a imagem desses artistas para o público brasileiro, com base em atributos como conhecimento entre a população, afeição, brasilidade, nível de respeito pelo trabalho, entre outros.

A partir dos resultados, o algoritmo gerou um ranking de quais os artistas brasileiros “mais agradariam” brasileiros e estrangeiros.  A lista conta com os ídolos Roberto Carlos, Ivete Sangalo, Seu Jorge e Michel Teló, que não participaram da abertura. A dupla sertaneja Zezé Di Camargo e Luciano também figura no ranking.

ranking mb

“A festa de abertura foi um sucesso indiscutível”, comenta Otávio Freire, sócio da Ilumeo, em comunicado, “mas é importante sempre estarmos atentos a critérios mais objetivos na hora de escolher uma celebridade para representar o Brasil ou até mesmo uma empresa ou marca. A percepção das pessoas que tomam esse tipo de decisão nem sempre é a mesma da maioria das pessoas”.

Ivete Sangalo Michel Teló Roberto Carlos Seu Jorge Zezé Di Camargo e Luciano