Por Jeanine Poggi, do Advertising Age

A NBC bateu mais um recorde para os Jogos Olímpicos ao garantir US$ 1.2 bilhão em vendas de anúncios nacional para os Jogos Rio 2016. Isso coloca a empresa 20% a frente das vendas feitas para os Jogos de Londres em 2012.

“Nós passamos uma marca que pensávamos que era impossível alcançar”, afirmou Seth Winter, VP executivo de vendas de publicidade da NBC Sports Group.

Winter afirmou que a cobertura sobre problemas que assolam o Rio de Janeiro serviu para levar conhecido aos espectadores, e assim criar uma demanda maior pelo espaço publicitário.

Os Jogos Olímpicos do Rio de Janeiro estão cobertos de notícias sobre o surto do vírus Zika, problemas com a segurança, o redemoinho econômico e falhas na infraestrutura.

“Isso soa um pouco distorcido ou perverso, qualquer que seja a palavra apropriada, mas isso aumentou o conhecimento de que os Jogos Olímpicos irão acontecer na América do Sul. E eu acho que você tem que estar hibernando embaixo de uma pedra para não saber disso”, afirmou Winters.

“Também existe uma certa mística sobre o que realmente está acontecendo lá embaixo”, ele adicionou. Certamente as pessoas querem saber o Rio conseguirá sediar o evento sem nenhum incidente.
Winter, que já está no Rio de Janeiro, disse que “muito do que foi reportado não é visto agora”.

Os espectadores podem esperar ver alguns anúncios políticos durante os jogos, mas Winter não comentou especificidades sobre quais candidatos compraram o espaço publicitário.

Indústria automotiva, seguros, restaurantes de fast-food, bebidas, telecomunicações e comércio continuam entre as categorias mais representadas. A indústria farmacêutica também está fortemente representada neste ano, afirmou Winter.

Os patrocinadores oficiais das Olimpíadas incluem a Nike, o McDonald’s, Procter&Gamble, Allstate, Vida e Anheuser-Busch.
Enquanto a Peacock Network é basicamente vendida de inventário premium, ainda está aberta para negócios e Winter afirmou que pode ser uma solução para quem ainda quer participar dos jogos.

As vendas digitais cresceram cerca de 33% nos Jogos de Londres. Em janeiro, Winter previu que as vendas digitais dos Jogos do Rio iriam passar as de Londres em cerca de 50%.

“Pela primeira vez na história nós batemos nossa meta com semanas de antecedência”, afirmou Winter. Tipicamente, esse número não é alcançado até alguns dias antes do início ou, até mesmo, durante os jogos.

Em março, a NBCU afirmou que tinha passado a marca de US$ 1 bilhão em venda de anúncios nacionais. Em 2012, a empresa só alcançou essa marca apenas dois dias antes do início dos Jogos Olímpicos de Londres.

No total, os Jogos de Londres atingiu US$1,3 bilhão em vendas de anúncios, quando computado a renda de afiliados e operadoras da NBC. O valor de US$1,2 bilhão do Rio não inclui a renda de filiados locais ou parcerias com plataformas como Snpachat e Buzzfeed.

Com o Rio de Janeiro só há uma hora do horário da costa leste, a grande parte da cobertura da NBC acontecerá ao vivo, o que poderá ajudar a aumentar a audiência. Londres está cinco horas na frente de Nova York.
NBC contabilizou cerca de 31 milhões de espectadores no horário nobre durante as 17 noites de cobertura durante os Jogos Olímpicos de Londres em 2012. A cerimônia de abertura atraiu cerca de 40.7 milhões de espectadores e uma audiência de 12 pontos.

Tradução Mariana Stocco

olimpiadas transmissão