Bolt-2

Após a proibição do uso da hashtag #Rio2016 pela Delegação Americana, o Comitê Olímpico Internacional quer barrar as empresas de mídia de criarem GIFs com as imagens da competição.

O The Verge recebeu um documento do COI que diz que “o uso de material Olímpico transformado em gráficos animados como GIFs, GFY, WebM ou vídeos curtos como Vines e relacionados são expressamente proibidos.”

Isso significa que as empresas de mídia não estão mais permitidas a criar vídeos curtos ou snapshots de momentos como um sprinter cruzando a linha, por exemplo.
O guia de mídias sociais do COI ainda é mais específico e deixa claro que transmissões ao vivo como Periscope e Meerkat nas instalações olímpicas também estão estritamente proibidas.